23/06/2014

(Tag) Família Literária




Vi essa tag no blog Minha Pequena Estante e resolvi respondê-la. A tag consiste em criar uma família literária. Então, vamos lá? 




AVÔ: Eu gostaria de ter um avô bem divertido. Ele já ganhou até espaço em uma postagem da coluna No ritmo da leitura. Sei que diversão não iria faltar com um vovô como Harold, o único homem do clube de leitura Rainha das Caçarolas do livro Meu amor, Meu bem, Meu querido.

AVÓ: Vai parecer um pouco repetitivo, mas quando penso em vovó só um nome me vem a mente: Peach, que se recusa a ser tratada como a "velhinha sábia", sendo uma velhinha sábia.






MÃE: Não recordo do nome dela, mas gosto da forma com a mãe do Pat Peoples, de O Lado Bom da Vida, parece fazer de tudo para ajudar seu único filho passar pelo momento mais difícil de sua vida. 




PAI: Gostei bastante do pai da America, no livro A Seleção. Ele, ao contrário da mãe, respeita as escolhas da filha, mesmo sabendo que essas escolhas não são as melhores.

IRMÃ: Essa é a pergunta mais fácil da tag! Eu, com toda a certeza, gostaria de ter uma irmã mais nova como a May. Energética e com um bom humor ela até ganhou o posto de "personagem marcante" na resenha que fiz.

E você tem uma família literária? Deixe sua listinha nos comentários ou então, se tiver um blog, faça uma postagem e me passe o link.

18/06/2014

(Resenha) História de fadas - Oscar Wilde


Lembra daqueles livrinhos que ganhamos durante o nosso ensino fundamental e nunca lemos? Sim, sim! São livros como A Bolsa Amarela, A Casa Do Some-Some e Vida e Paixão de Pandonar, o Cruel. Pois é, era nessa situação que se encontrava Histórias de fadas.

Imagine você acabando de ler Anjos e Demônios, de Dan Brown, daí, você vai guardá-lo na sua estante e encontra um livro com míseras 48 páginas. Começam as indagações: Será que é a história da Branca de Neve? Porque tão poucas páginas? Porque a capa é tão simples?

Alguns segundos depois, você resolver ler a sinopse e lê a palavra "contos". Em seguida, lê as frases: "De alta qualidade poética" e "narrativas maravilhosas". Sendo um leitor curioso, resolver ler, afinal, não levará menos de uma hora para tirar suas próprias conclusões.

Abre a primeira página e, se for fã dos desenhos animados da Disney, começa a comparar os animais e objetos personificados aos filmes de princesas. Quando avança um pouco mais na leitura, senti um pouco de raiva por saber que até passarinhos são cafajestes.

Daí chegamos à página 10 e já estamos completamente penetrado na história, nos compadecendo com a história da estátua de um príncipe feliz que mora no topo de uma certa colina e que, por conseguir olhar toda a cidade, derrama lágrimas em cima do passarinho cafajeste, que as confunde com gotas de chuva.

Depois de alguns minutos, terminamos de ler o primeiro conto do livro, O Príncipe Feliz, e estamos com os olhinhos marejados com o final. Viramos a folha e lemos o título do próximo conto "O amigo dedicado", ainda pensando nos olhos de safiras raras da estátua do príncipe feliz e em como o passarinho cafajeste percebeu o bem que uma boa ação traz ao espírito.

Começamos a ler o primeiro parágrafo do segundo conto e nos interrompemos abruptamente com a decisão de querer prolongar um pouco mais a leitura, com a vontade de saborear cada palavra e de nos afeiçoar a cada personagem.

Eu recomendo para as mamães que leem essa postagem comprarem esse livro. Para quem possui Histórias de fadas na sua estante entre os livros A Seleção e A Batalha do Apocalipse (não necessariamente esses e nessa ordem) recomendo a leitura, pois sei que viajarão no tempo e terão novamente a imaginação das crianças.

#Euaprendi
Quando amamos de verdade, pensamos mais em doar do que em receber.

Adicione ao skoob aqui
Título: História de fadas
Autor: Oscar Wilde
48 páginas
Editora: Nova Fronteira
ISBN: 85-209-1225-7

15/06/2014

(Li até a página 100 e...) Anjos e Demônios - Dan Brown





Esse meme/tag foi criado pelo blog Eu leio, eu conto e, como é a cara do Eu e minha cultura, resolve integrá-la ao blog. Toda vez que eu chegar à página 100 da minha leitura do momento, venho responder às perguntas da tag/meme. Espero que curtam e que minhas respostas os incentivem a ler.

PRIMEIRA FRASE DA PÁGINA 100: 
Bem à frente, encontrava-se a parte dos fundos da Basílica de São Pedro, que muita gente jamais vira.

DO QUE SE TRATA O LIVRO?
O livro já começa com uma cena tensa: um assassinato. Há muitas coisas envolvidas nesse assassinato, inclusive uma fraternidade considerada extinta há muito tempo. Até a página 100 é só isso que sabemos, no entanto o autor parece estar criando um cenário, um terreno propício a um acontecimento de grande peso para a história.

O QUE ESTÁ ACHANDO ATÉ AGORA?
Estou gostando da forma que o autor descreve as cenas, nos fazendo viver cada página e não usando expressões muito científicas, como às vezes parece ser preciso.

O QUE ESTÁ ACHANDO DA PERSONAGEM PRINCIPAL?
Um pedante! Robert Langdon é um pouco convencido com sua sapiência, mas gosto do personagem.

MELHOR QUOTE ATÉ AGORA?
" – Religião é como um traje ou uma língua. Gravitamos em torno das práticas com as quais fomos criadas. No final, porém, todos proclamamos a mesma coisa. Que a vida tem um sentido. Que somos gratos ao poder que nos criou." Página 89 

VAI CONTINUAR LENDO?
Com toda a certeza desse mundo! Sei que muita emoção vem por aí. Ainda não assisti ao filme do livro, ou li O Código da Vinci, então eu não tenho muito noção sobre como a história irá transcorrer, mas, por essas 100 páginas lidas, sei que o livro é bom.

ÚLTIMA FRASE DA PÁGINA?
De cada lado da entrada, como duas rígidas estátuas, havia um guarda.

Vou acrescentar mais uma pergunta a tag. Antes, eu a colocava nas resenhas, mas vou começar a deixar nessa tag. Vou sinalizar com um asterisco (*), para mostrar que é uma pergunta que eu integrei à tag/meme.

*PERSONAGEM MARCANTE?
O asqueroso Hassassin (assassino) (até esse ponto da leitura, só o conhecemos por essa característica). Sério, o cara é muito nojento!


Adicione ao skoob aqui
416 páginas
Editora: Arqueiro
Autor: Dan Brown


10/06/2014

(Resenha) A Elite – Kiera Cass





Livros da trilogia:
A Seleção - livro 1 (leia a resenha
O Príncipe - livro 1,5
A Elite - livro 2
O Guarda - livro 2,5 
A Escolha - Livro 3

ATENÇÃO: ESSA RESENHA CONTÉM SPOILERS PARA QUEM NÃO LEU OS LIVROS ANTERIORES!!!

O enredo:
Agora restam apenas seis garotas na disputa pela coroa, ou pelo príncipe, depende do tipo de garota que estamos falando. America ainda se sente confusa em relação aos seus sentimentos. “Maxon ou Aspen?”: eis a questão. A balança acaba pendendo para um lado. No entanto, haverá situações e pessoas que a fará repensar sua escolha.

“Aspen ou Maxon? Maxon ou Aspen?”: eis o enredo. Em alguns momentos, eu quase mandei America fazer um sorteio. A autora criou dois caras perfeito – a ponto de irritar – e os colocou duelando pelo coração de uma mesma garota, o que nos deu várias cenas românticas ultrarromânticas.

O que menos agradou nesse segundo livro, e que também está presente no primeiro livro (A Seleção), foram as cenas clichês. Cena clichê: o personagem vai falar algo de peso para a história, e ele é interrompido por algo ou alguém. Este recurso, usado uma ou duas vezes, acaba dando a leitura um suspense, no entanto, se for usado a cada página, acaba dando superficialidade à cena, irritando os leitores.


Como já disse sobre A Seleção, o primeiro livro da trilogia, a história ficaria mais rica se a autora desse mais destaque para o cenário político-social. Porém, nesse segundo livro, o lado político teve um pouco mais de ênfase que o primeiro, o que me agradou.

Mesmo o livro apresentando essas falhas, ele nos prende e nos incita a virar a página. Li  A Elite em dois dias e, quando acabei, eu só pensava em ler a continuação, A escolha. Estou apostando todas as fichas no terceiro livro, pois não há como ele me decepcionar. Espero agora um final grandioso.

O que eu aprendi:
Enquanto houver guerras e pessoas consideradas superiores em uma sociedade, não haverá desenvolvimento.

Melhor capítulo:
Capítulo 28

Personagem marcante: Gostei bastante da protagonista, America Singer. Ela é bem divertida e possui uma inocência de criança. Ela é daquelas que fala as coisas meio que sem pensar, meio que sem imaginar o peso. 

A capa
Essa capa merece um destaque nessa resenha. Ela é daquelas que vibra em qualquer prateleira, que atrai a todos.

Adicione ao skoob aqui
260 páginas
Editora: Seguinte
Autora: Kiera Cass

02/06/2014

(Coisas de leitor) Conheça o Widbook – Rede Social Colaborativa Para Leitores e Escritores






Para esta nova fase do Eu e minha cultura, resolvi trazer uma nova coluna para apresentar a vocês coisas do universo do leitor, ou seja, coisas de leitor. Apresentarei, nesta primeira postagem, o Widbook, uma rede social que descobri recentemente e estou amando cada vez mais.

Estava passeando pela blogosfera quando li esta postagem e descobri o projeto do livro Minha Vida Cor de Rosa # SQN do escritor Vinicius Campos e acabei descobrindo o Widbook. No mesmo momento eu criei uma conta para acompanhar o reality show literário

O Widbook é uma plataforma que permite que escritores publiquem suas obras em formato digital (ebook) e disponibilizem para seus leitores gratuitamente. 

FUNÇÕES

COLABORE
Os autores podem publicar a história ainda incompleta e os usuários podem enviar colaborações para o enredo. Quando um autor usa a ideia, o nome do colaborador entra para a lista de colaboradores do ebook. Ou seja, um livro pode ser escrito coletivamente sem problema algum, o que, a meu ver, só melhora o resultado final e torna a plataforma singular.

BIBLIOTECA
Diferentemente do Skoob, no Widbook os únicos livros que podem fazer parte da nossa estante virtual são os ebooks escritos pelos usuários da plataforma. Já estou até pensando em escrever um...

   

METAS DE LEITURA
No Skoob eles mostram a quantidade de páginas que devemos ler ao dia para cumprirmos nossa meta de leitura ao ano. No Widbook é diferente: a meta de leitura é contada em minutos e não em páginas.

     

O EBOOK
O ebook é armazenado e disponibilizado para a leitura gratuitamente. O escritor pode também fazer o upload de suas obras já feitas.  Você pode, ainda, colocar uma capa em seu ebook, anexar vídeos, links, fotos e ilustrações.

                              

A plataforma pode ser usada para o ensaio de uma grande obra, pois teremos a opinião do público instantaneamente por meio de mensagens. Os direitos autorais são respeitados sempre. 

DESTAQUE DE TEXTOS E MARCADOR
Há uma ferramenta que nos permite destacar quotes e compartilhá-los em nossas redes sociais com comentários que incentivam outros leitores a conhecer a história. 

Para não nos perdermos na leitura, há um marcador de páginas.

      

Gostei do designer moderno da plataforma/rede social.

Se cadastre no Widbook aqui. Se quiser me adicionar, clique na imagem abaixo. 

    

E você já conhece o Widbook? Gosta da plataforma/rede social? Pretende escrever um ebook? Pretende se cadastrar? Deixe a resposta aqui nos comentários.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...